Bolsas

Uma coluna de fogo

Uma coluna de fogo

2017
768
Presença
UN
9789722360845
Natal de 1558. O jovem Ned Willard regressa a Kingsbridge, e descobre que o seu mundo mudou.

As velhas pedras da catedral de Kingsbridge contemplam uma cidade dividida pelo ódio de cariz religioso. A Europa vive tempos tumultuosos, em que os princípios fundamentais colidem de forma sangrenta com a amizade, a lealdade e o amor. Ned em breve dá consigo do lado oposto ao da rapariga com quem deseja casar, Margery Fitzgerald.

Isabel Tudor sobe ao trono, e toda a Europa se vira contra a Inglaterra. A jovem rainha, perspicaz e determinada, cria desde logo o primeiro serviço secreto do reino, cuja missão é avisá -la de imediato de qualquer tentativa quer de conspiração para a assassinar, quer de revoltas e planos de invasão.

Isabel sabe que a encantadora e voluntariosa Maria, rainha da Escócia, aguarda pela sua oportunidade em Paris. Pertencendo a uma família francesa de uma ambição brutal, Maria foi proclamada herdeira legítima do trono de Inglaterra, e os seus apoiantes conspiram para se livrarem de Isabel.

Tendo como pano de fundo este período turbulento, o amor entre Ned e Margery parece condenado, à medida que o extremismo ateia a violência através da Europa, de Edimburgo a Genebra. Enquanto Isabel se esforça por se manter no trono e fazer prevalecer os seus princípios, protegida por um pequeno mas dedicado grupo de hábeis espiões e de corajosos agentes secretos, vai-se tornando claro que os verdadeiros inimigos ? então como hoje ? não são as religiões rivais.

A batalha propriamente dita trava-se entre aqueles que defendem a tolerância e a concórdia e os tiranos que querem impor as suas ideias a todos, a qualquer custo.

É um dos mais notáveis autores contemporâneos. Escritor britânico nascido no País de Gales, é autor de thrillers e romances históricos. Dos seus trinta livros, publicados em mais de 80 países, já foram vendidos mais de 150 milhões de exemplares. O seu primeiro êxito foi “Eye of the Needle”, vencedor do Edgar Award em 1978. Apesar do prestígio como autor de thrillers, o mais inesperado e retumbante êxito do autor chegaria com a epopeia medieval “Os pilares da terra” (1989). Ken Follett arrebatou em definitivo a crítica e o público com a trilogia “O século”.


Últimos artigos visualizados


34.835