PT|EN|ES

História

1998 - 2002

A JB Cash&Carry iniciou a sua atividade em Agosto de 1998, dedicando-se ao comércio por grosso de artigos de papelaria. Sediada em Vila do Conde (polígono industrial), com uma área total de 1800m2, repartida por espaço de loja, armazém e escritórios. Um ano após a abertura, em 1999, a JB festejou o seu 1º aniversário com a campanha “Comprou…ganhou!”, uma iniciativa completamente inovadora no seu setor de atividade. Mediante o valor de compras de cada cliente eram-lhe atribuídos determinados prémios, sem existência de sorteio. Em 2002, e como resposta à sua crescente expansão, o espaço de loja aumentou de 500m2 para 900m2, permitindo um incremento significativo na oferta de gama, em consumíveis de papelaria e material didático. No mesmo ano, a JB disponibilizou a terceira caixa de saída (POS), de forma a evitar tempo de espera para os clientes.

 

2004 - 2006

Com seis anos a crescer no mercado da papelaria, 2004 foi o ano para a aposta numa nova área de negócio. A JB criou a sua área editorial, estabelecendo acordos com as Edições Gailivro. Os nossos clientes passaram a poder adquirir os manuais escolares e ainda os restantes títulos, nas mesmas condições comerciais apresentadas pela editora. Ainda em 2004, em colaboração com algumas marcas de produtos de belas artes e didáticos, a JB disponibiliza aos clientes uma ação de formação em produtos da gama. Em 2005, a JB dá a conhecer “Opiniões”. Com uma tiragem de dois mil exemplares, os clientes receberam em formato jornal as nossas opiniões em relação a algumas novidades no setor da papelaria. A quarta caixa de saída (POS) chegou também em 2005, garantindo ainda menos tempo de espera no período de faturação. Para facilitar a orientação no espaço de loja, a JB criou sinalética interior, categorizando os produtos por áreas de negócio, associando-as a cores diversas, de forma a simplificar a procura. Estávamos em 2006, ano em que o projeto “Teclar Sorrisos” ganhou forma. As crianças das “Aldeias S.O.S.” receberam sete computadores e o trabalho da instituição foi dado a conhecer junto dos parceiros de negócios da JB.

 

2007-2009

Em Janeiro de 2007, e face à crescente solicitação por parte dos nossos clientes, é criada uma área de 200m2 dedicada exclusivamente ao livro, disponibilizando novidades e fundo editorial. Abrindo caminho a uma nova forma de comunicar, e mantendo-se ao lado das necessidades do cliente surgiu a campanha “Sugestões para o Natal 2007”. O cliente profissional teve acesso a um catálogo de escrita com o respetivo preçário sem qualquer referência à JB, para que assim pudesse promover o produto junto do consumidor final, aumentando o seu potencial de venda. 2008 foi ano de expansão. A JB cresceu para 1000m2 de área de loja, passando a dispor de uma zona de armazém de 700m2 e de escritórios com 500m2. Durante esse ano, foi ainda construído um armazém de apoio, com 300m2, e cais de descarga. Privilegiando o conhecimento do produto como uma mais-valia no momento da escolha, a JB, em parceria com UHU, promoveu nesse ano mais uma ação de formação para cinquenta clientes. É na mesma linha de pensamento que, no ano seguinte, é promovida uma visita ao complexo industrial do grupo Portucel Soporcel, na Figueira da Foz, com almoço de confraternização da JB com cerca de trinta clientes.Em 2009, a oferta editorial aumenta significativamente, com a inclusão em stock de cerca de mil títulos do Plano Nacional de Leitura. Este foi também o ano em que a JB aumentou o número de edições de folhetos promocionais.

 

2010

Em Março de 2010, e face à necessidade de incrementar a oferta de livros, o espaço de loja é novamente ampliado em 600m2  (dividido por dois pisos), suportando exclusivamente esta área de negócio. Também a área de Gift e Embalagem cresceu em 2010: a JB fez uma forte aposta na comercialização de coleções escolares, das mais prestigiadas marcas, colocando para o efeito expositores personalizados por marca. No mesmo ano, e em parceria com a Fellowes, a JB promoveu uma ação de formação em produtos da marca, para cerca de sessenta clientes.

 

2011

Já em 2011, com uma equipa de vinte e duas pessoas, espaço de exposição de 1600m2, armazém de apoio com 900m2 e escritórios com área de 500m2, a JB Cash&Carry cria um novo Website, disponibilizando aos seus clientes a opção de realizar compras online. Marcando o passo no caminho da inovação, a JB criou a sua própria marca. Os primeiros artigos Pontus foram lançados em julho. Ainda durante o último mês de 2011, a oferta da marca foi alargada. Também em julho, a JB concretizou o projeto "Um livro por um sorriso". Foram entregues à Fundação Infância Feliz, em Cabo Verde, 39mil livros.  No Natal, foi a vez de quatro instituições de solidariedade social receberem a nossa colaboração, através do projeto "Ajude-nos a Ajudar!". A terminar o ano de 2011, o espaço de loja dedicado à exposição da nossa área editorial foi reformulado, trazendo uma nova organização ao espaço. Para assinalar a reformulação, foi realizada a 26 de novembro de  uma sessão de autógrafos com o escritor Valter Hugo Mãe.

 

2012

A garantia de qualidade e a melhoria contínua foram marco de 2012. A JB implementou o processo de Certificação da Qualidade cumprindo os requisitos especificados na norma NP EN ISO 9001:2008 sendo certificado pela  lQNet e AFNOR. Durante este processo, a JB aderiu ainda à Sociedade Ponto Verde (SPV), oficializando o compromisso pela reciclagem e valorização dos resíduos das embalagens que anualmente coloca no mercado. A JB estreou-se enquanto expositor na Papergift, o maior certame nacional dedicado ao setor, onde propôs uma nova abordagem, apresentando-se com uma imagem distinta e longe do convencional, convidando os profissionais da área a experienciarem uma nova forma de compra: online. Numa parceria com a Fellowes, Pentel e UHU Portugal, a JB organizou vários workshops / formações direcionados para os profissionais do setor da papelaria. O objetivo da ação foi contribuir para o Know-How dos retalhistas, complementando informação técnica para a utilização dos diversos artigos das três marcas. Integrada na sua política de responsabilidade social, a JB respondeu ao apelo da Associação “Afectos com Letras” e em outubro doou 2500 livros para integrarem o espólio da Biblioteca de Bissau e das pequenas Bibliotecas Escolares. No Natal, ofereceu 40 mil livros à Arquidiocese de braga, de forma a serem distribuídos pelos mais de 240 centros sociais e paroquiais da Diocese.
 

 

2013

No ano de comemoração do 15º aniversário, a JB criou um logotipo distintivo: “Desde 1998 - 100% Portuguesa”. Integrada na campanha de aniversário, a JB retomou a oferta de prémios no regresso às aulas e recupera o mote “Comprou, ganhou”. A oferta nas áreas de jogos e brinquedos e guloseimas foi significativamente incrementada, com a entrada de mais de 15 marcas em cardex. No contacto com o cliente, a JB marca novamente presença enquanto expositor na Papergift e em junho, numa parceria com a marca Primo, foi realizada uma ação de formação para dar a conhecer as potencialidades e aplicações dos produtos desta marca italiana. Ao longo do ano foram implementadas várias melhorias no serviço e-commerce, através da inclusão de novas funcionalidades para o portal, como por exemplo: Simulador de portes, estado de encomendas, contador de artigos, etc. O site teve uma nova roupagem, uma nova imagem, mais atual e dinâmica, quer na área pública quer na área reservada de cliente, tornando ainda mais fácil e intuitiva a sua utilização.

 

2014

Em 2014 a JB incrementou a sua aposta na presença online. Com uma alteração de imagem, com a introdução de novas funcionalidades, alteração do domínio e introdução do certificado de segurança, a criação de logotipo próprio, e a certificação pelo ACEPI a presença da JB na internet foi reforçada. Alterámos a imagem, mudámos o domínio, protegemos a informação dos clientes, mantemos o objetivo: alterando o presente, prevendo o futuro. Ainda no decorrer do primeiro semestre, foram introduzidos dois novos segmentos de negócio: informática e tecnologia e mobiliário de escritório. Foram ainda desenvolvidas várias as ações de responsabilidade social concretizadas a nível local, nacional e além-fronteiras. Em 2014 a Delegação da Cruz Vermelha do Porto e a associação Entrajuda, responsável pelo banco de bens doados, foram agraciadas com uma oferta de 180mil livros, que utilizando as suas redes de contactos, puderam distribuir pela comunidade. A segurança das instalações foi um dos pontos melhorados em 2014, com o incremento do sistema interno de videovigilância, distribuído pela totalidade do edifício e com a introdução do sistema antifurto.

 

2015

Pensamos em si, pensamos nos seus filhos, pensamos nos seus netos! foi a assinatura de 2015, ano em que a JB apostou na redução da sua pegada ecológica tendo alterado a iluminação tradicional do edifício, em halogénio e fluorescentes, por iluminação LED e tendo instalado um sistema fotovoltaico de autoconsumo de 15 KVA com uma taxa de autonomia (em % de consumo de energia) de 32%. Numa aposta de divulgação e incremento da sua presença no mercado nacional, em Março a JB marcou presença em dois certames: a Papergift, em Lisboa e a PortugalPrint, no Porto. O ano de 2015 foi ainda marcado pela expansão das áreas de negócio. Foram disponibilizados artigos de Higiene e Copa, e foram comercializados, pela primeira vez na JB, a totalidade dos manuais escolares com a assinatura do Grupo Leya. O IAPMEI voltou a distinguir a JB como PME LÍDER, selo de reputação que detém desde 2007.

30.755